Sexta, 01 Ago 2014
Home Palavra Pastoral Palavra UM PEQUENO ESTUDO BÍBLICO SOBRE O JEJUM

PostHeaderIcon UM PEQUENO ESTUDO BÍBLICO SOBRE O JEJUM

Ultimamente tem surgido muita confusão em torno do jejum.  Há quem advogue a abstinência de alimentos como forma de regime.  Outros apresentam o jejum como um modo de trazer benefício para o corpo.  Por outro lado alguns chegam ao fanatismo, nessa questão.  Precisamos ser cautelosos e evitar sensacionalismo.  O Senhor Jesus nos adverte (Mt 6: 16) “E, quando jejuardes, não vos mostreis contristado como os hipócritas; porque desfiguram os rostos, para que aos homens pareça que jejuam. Em verdade vos digo que já receberam o seu galardão”.

 

Entretanto, muitos grupos cristãos, falam bem pouco sobre o jejum, quando não, se silenciam de todo.  Parece que o estão ignorando completamente, ficando sem as bênçãos que poderiam receber, se praticassem o jejum acompanhado das orações.

 

TIPOS DE JEJUNS  

 

O JEJUM TÍPICO . A Bíblia ensina que o jejum normal consiste em abster-se totalmente de alimento sólido. O jejum típico, mencionado na Bíblia, não implicava em abstinência de líquidos.  Na ocasião em que Jesus jejuou quarenta dias e quarenta noites no deserto, lemos o seguinte: “E depois de jejuar quarenta dias e quarenta noites, teve fome” (Mt 4: 2) A Bíblia não menciona que Jesus teve sede.

 

O JEJUM COMPLETO . O jejum completo também chamado jejum absoluto, consiste na abstinência de alimentos sólidos e de alimentos líquidos, conforme (At 9:9; 1Rs 19:5-7; Ex 34:28).  Trata-se de um jejum rigoroso e pode até trazer perigo para as pessoas que possuem alguma restrição em sua saúde.  Ninguém deve fazer um jejum total por mais de um dia se não tiver a direção de Deus.

 

O JEJUM PARCIAL  . O jejum Parcial tem varias aplicações, e é caracterizado pelo que se come e pela freqüência com que se come. 

 

-Em primeiro lugar, o jejum parcial significa abster-se de certos tipos de alimentos.  Algumas autoridades interpretam a atitude de Daniel (Dn 1), como jejum parcial.  Eles e outros jovens de Israel receberam a orientação de comerem da mesa do Rei de Babilônia, mas recusaram.  Não queriam contaminar-se e pediram que com eles fosse feito um teste de dez dias, durante esse período, Daniel e seus amigos só tomaram água e comeram legumes (só vegetais). Abstiveram-se da carne e do vinho da mesa do Rei (Dn 1:12-17).

 

Deus pode levar uma pessoa a abster-se de algum tipo de alimento, a fim de provar sua sinceridade, principalmente se estiver buscando uma resposta de oração em termos específico.

 

-Em segundo lugar, o jejum parcial implica em abster-se de alguns tipos de alimentos durante um certo período de tempo.  No caso do jejum do tipo que fez o profeta Daniel, poderá ser feito em quantos dias o Espirito Santo orientar.

 

OBS:  Em todos os tipos de jejuns, inclui a abstinência das relações sexuais entre marido e mulher.  O Apóstolo Paulo disse o seguinte: “Não vos prive um ao outro, salvo por mútuo consentimento, por algum tempo, para vos dedicardes a oração, e depois, ajuntai-vos outra vez, para que Satanás, vos não tente pela vossa incontinência” (1Co 7:5).

 

Jejuar envolve também orar, arrepender-se fazendo uma sondagem no coração.

Antes de jejuar determine previamente o tempo de duração e o modo como vai jejuar.

Todo jejum tem que ser motivado por um propósito, que o leve em oração a buscar do Senhor uma resposta, uma orientação ou um milagre das Mãos de Deus.

 

JEJUE, COM MUITA ORAÇÃO E MEDITAÇAO DA PALAVRA DE DEUS, E UM CORAÇÃO QUEBRANTADO E CONTRITO, E COM CERTEZA O SENHOR RECEBERAR O SEU SACRIFÍCIO.

 

Pr. RICARDO RESENDE